Hoje visitei, com meus estudantes de Agronomia,  uma usina de leite pasteurizado tipo C em Caracaraí. Lá é produzido também queijo tipo Muzarrela. O leite vem das regiões próximas àquela cidade. São 3.000 litros dia. Parece pouco, mas para Roraima, não é.

Pouca gente sabe, ou quase ninguém, que grande parte das pizzas que comem na cidade são feitas com queijo Muzarrela produzido em Caracaraí. Não há divulgação. Falta Marketing.

O mercado determina o sucesso ou o insucesso de qualquer atividade. As donas de casa de Boa Vista estão mais acostumadas com o leite em pó comprado nos Supermercados da cidade. O leite “in natura”ainda não é do costume dos roraimenses, mas isso necessita mudar. Há uma certa desconfiança no ar. E importante  confiar na qualidade do Produto e para isso a população depende da Fiscalização Sanitária Eficiente. Essa fiscalização trasmite e solidifica a confiança. Aos poucos Roraima vai mostrando a sua realidade econômica e exigindo cada vez mais apoio. Sem transporte seguro e confiável, por exemplo, não é possível fazer Desenvolvimento. E disso Roraima ainda é muito carente.

PS Você já experimentou o leite pasteurizado produzido em Roraima? E o queijo, quais tipos você conhece e que são produzidos em Roraima?

  1. 18 de April de 2010
    Abade Júnior

    Profºaimbere,diante desse fato exposto,me pergunto onde esta o SEBRAE e outras entidades ditas com papel social e de apoio ao pequeno, produtor,comerciante e empreendedor?

    Parabens pela iniciativa de tornar isso publico!

  2. 18 de April de 2010

    Abade, falta a Secretaria de Agricultura apoiar os produtores rurais com um Serviço de Extensão Rural organizado como nos tempos da ASTER-RR. Lá na usina de Caracaraí eles fizeram um bom investimento com capital de fora do estado e com financiamento local também. Não são pequenos. São médios. Eles podem andar com seus próprios pés. Os pequeno sim necessitam de apoio.

  3. 20 de April de 2010

    Senhores, são essas atitudes empreendedoras que me faz acreditar ainda mais em Roraima. Mesmo essa pequena indústria desenvolvendo um trabalho solitário, estão fazendo de uma forma magnífica, desenvolveram uma boa embalagem, uma marca agradável e dessa forma quero acreditar no sucesso dessa empresa. Parabéns aos que visitaram a indústria e viram de perto ações positivas com intenção de desenvolvimento.

  4. 6 de May de 2010

    Não posso me responsabilizar pelo anuncio. Todavia, sugiro o seguinte: Você tem Twitter, não tem? Siga-me no meu twitter/aimberefreitas.
    Depois faça seu anuncio do gado em 140 caracteres e mande para mim por um tweet. Ao chegar aqui eu repasso para todos os meus seguidores, a maioria de Roraima, e aí aguarde as respostas. Pode ser assim?
    Professor Aimberê Freitas
    aimbere.freitas@gmail.com

Comments

Post a comment

You must be logged in to post a comment.