O mundo aprecia fazer turismo na Amazônia. Mas esse está concentrado em Manaus e em Belém.

Roraima, Acre, Rondônia e Amapá se conforma com pouco. Não necessariamente temos que ficar estáticos esperando algo cair das tetas do governo.

Vejam bem, tenho uma idéia que quero compartilhar com os amigos:

1- Moramos em uma ilha. Essa é formada Brasil (AM-RR-PA-AP), Guiana Francesa, Suriname, Guiana e Venezuela. Nela fala-se 5 idiomas: português, francês, holandes, inglês e espanhol.

2- É possível fazer uma viagem de circunavegação em torno dessa ilha. Começa em qualquer cidade da sua borda. Por exemplo: Se inicia em Manaus ( mas pode ser Belém, Santarém, Macapá ou Caiena, Paramaribo, Georgetown, Ciudad Bolivar, etc). Desce de barco até Belém, sobe pela costa das Guianas, entra no Rio Orinoco, sobe-o até o Canal do Cassiqquiari e daí desce pelo Rio Negro e chega novamente em Manaus. Veja o croqui do mapa em anexo.

Os apelos turísticos para uma viagem desta são inúmeros. Ingleses, franceses, holandes, brasileiros, venezuelanos, espanhois, portugueses e tantos outros povos desejaríam fazer uma viagem desta.

A idéia está aqui lançada. Quero ler os comentários dos “experts”.

Uma ilha no coração da Amazônia - uma pequana Europa

  1. 1 de May de 2010
    samir de castro hatem

    Professor Aimberê

    Nessas duas décadas e meia em Roraima e na Amazônia sinceramente não tinha observado que estamos numa grande ilha.

    Sem dúvida se bem explorado turisticamente é uma atração extraordinária. Parabéns pela percepção

  2. 1 de May de 2010

    Uma ilha enorme neh!! serah qto tempo demoraria para um cruzeiro dar uma volta completa? serah q todo o trajeto comporta grandes navegacoes?

  3. 2 de May de 2010
    Cláudio Frota

    Estimado Amigo Prof. Aimberê,

    Tens completa razão, estamos vivendo em uma fantástica e exótica ilha. Na minha opinião, falta apenas um projeto de estado para que se possa operar o turismo de forma responsável e assim, garantir emprego, renda e dignidade ao nosso sofrido povo. Muitos jóvens são atraídos pelo tráfico de drogas pela falta de oportunidade em um trabalho dígno e estou certo que o turismo supriria perfeitamente tal lacuna.

  4. 4 de May de 2010
    Aimberê Segundo

    Olá Professor, pai,
    Essa grande ilha no norte da América do Sul é fantástica. Merece ser explorada. Há alguns anos quando eu li no livro do senhor sobre essa ilha fiquei maravilhado. Eu também, apesar de sempre estudar bastante e analisar os mapas da nossa região, nunca havia percebido tal ilha multicultural, multilinguística. É realmente uma grande “sacada” para o turismo na região. Mas é preciso agir e investir.
    Abraço,
    Aimberê Segundo

  5. 23 de January de 2011

    Muito interessante, não havia olhado para o norte desta forma. Sempre defendi a necessidade do planejamento, com devido plano, regional. Esta proposta levanta um novo ponto relativo ao desenvolvimento e integração dos nossos povos.

    • 23 de January de 2011

      Caro amigo, sou um estudioso da região desde que aqui nasci. Podemos falar e escrever horas e horas sobre o tema. Integração regional só pode ocorrer com TRANSPORTE seguro e confiável. Tenho uma livro: FERROVIAS que falo sobre isso.
      Entre no meu site : www. aimbere.freitas.com.br e veja algo mais.
      Obrigado pelo comentário\
      Aimberê Freitas

  6. 23 de January de 2011

    Uma idéia instigante. Mas não´há utopia realizável sem um bom projeto e com investimento. Devias propor eta idéia as agências de viagem da região.

    • 23 de January de 2011

      Bom, podemos fazer isso. Quando você tiver ciência de um Seminário Regional de Turismo peça para me convidarem. Pode ser?
      Aimberê

  7. 23 de January de 2011
    Hilta Moraes

    Nossa, que belo! Ainda não tinha tido esse olhar para um turismo no Norte. Compartilhei a sua ideia no Facebook. Parabéns!

  8. 23 de January de 2011

    Prezado Aimberê,
    Idéias e propostas novas para ajudar nossa Amazônia e os Estados da Amazônia se desenvolver são sempre bem vindas. Que esta sua proposta abra novas discussões e interesses no desenvolvimento desta região tão linda do planeta. Parabéns por pensar a Amazônia!

    • 23 de January de 2011

      Sou um amazonida e quero ver nossa Amazônia cada vez melhor e em destaque. Quando desejar e puder estarei à disposição para fazer a proposta de modo mais amplo e completo.
      Aimberê Freitas

  9. 23 de January de 2011

    Essa ideia é maravilhosa! bom seria mesmo que nosso povo começasse a explorar e valorizar mais essa ilha maravilhosa que você nos apresentou!
    Essa região é maravilhosa e merece ser apreciada com cautela e preservação para manter o meio ambiente protegido!!!!
    Um abraço amigo!

  10. 23 de January de 2011
    Tania Dias

    Prezado Aimberê,

    Ótima idéia!! Se existe demanda de turistas, temos q aproveitar e tentar contato com o Ministério do Turismo, agências de viagens … Enfim, setores influentes que poderão ajudar no desenvolvimento do projeto.

    • 23 de January de 2011

      A Europa quer conhecer a Amazônia. Mas o turista precisa de CONFORTO e de desafios. O Brasil, RR,AM e PA deveriam fazer um pull de divulgação somando as Guiana a Venezuela. Os turistas viriam logo. Basta ver quantos europeus e asiáticos visitam o Monte Roraima

  11. 23 de January de 2011

    Como professor educador, sempre priorizei o empirismo. Este projeto é mais que um simples passeio, é sim uma aula empírica de geografia! Aprovo e assino embaixo!

  12. 23 de January de 2011

    OlÁ
    Gostei muito de sua idéia, vale tudo não só para um crescimento ao turismo, mais para aproveitar do que temos e que sem dúvida poderíamos ter, encontrar uma pessoas com tanta objetividade em seus valores e ideais é maravilhoso, a energia que tranporta em seus textos postados me faz absorver e se interessar muito por amazônia, pois deveria ser mais valorizado e melhorado os pontos turísticos e planejamentos como este que nossa imagina viajarmos assim um roteiro pra lá de especial!
    Esse seu Planejamento me deixou encantada, e não vejo a hora de ser tornar possível e divulgado como merece.
    Beijos Mil
    C@Ká

    • 23 de January de 2011

      Oh, minha jovem. Obrigado. Valeu pelo seu bom comentário. Isso me serve de estímulo a prosseguir tentando ser cada mais útil à humanidade.
      Grato
      Aimbereê Freitas

  13. 23 de January de 2011

    Considero a ideia perfeitamente factível, agora, para uma empreitada coletiva como essa, torna-se necessário uma politica pública que possa convergir roteiros e responsabilidades compartilhadas na execução das ações necessárias.
    Só o trade turistico não é capaz de fazer isso decolar, mas, com o envolvimento do poder público e da sociedade isso é perfeitamente possível.

    • 23 de January de 2011

      Temos que:
      Primeiro, ter as idéias
      Segundo, viabilizar politicamente para se tornar uma Política Públia
      Terceiro, brigar pela sua execução.
      Obrigado pelo comentário
      Aimberê Freitas

  14. 23 de January de 2011
    Lucilene

    Amigo, se levarmos em consideração as riquezas naturais que possuímos, veremos que nosso turismo ainda está muito aquém do seu potencial e em parte se deve não só a divulgação, como também de infra-estrutura, como hotéis e passeios organizados….
    Nossa Amazônia é linda.

    • 23 de January de 2011

      Verdade. E nós da Amazônia, mais ainda. Precisamos quebrar essas barreiras da ignorancia que tem sobre a nossa região.
      Obrigado pelo comentário
      Aimbere Freitas

  15. 23 de January de 2011
    José Roberto

    É fantástica sua idéia ,tudo prontinho para algum investidor explorar! No Brasil só algumas cidades são previlegiadas promovem o turismo mas querem um retorno rápido . Temos que quebrar as barreiras divulgando e mostrando e dando idéias e soluções para uma nova abertura a lugares tão lindos como estes na Amazônia. Meus Parabéns pela matéria!

    • 23 de January de 2011

      Obrigado José. Temos muitas idéias e conhecimento mas nos falta $$ para implemetá-las.
      Você tem?
      Obrigado pelo comentário
      Aimberê Freitas

  16. 24 de January de 2011

    Parabéns pela proposta. Muito viável e gerador de emprego e renda para a região. Precisamos aglutinar forças para criar arranjos institucionais de fomento ao desenvolvimento. O turismo tem essa capacidade quando feito de forma integrada e inclusiva.
    Bastaria o ministério do Turismo provocar junto aos governadores tal ação. O Itamarati, faria a relação com outroa países.

    Parabéns professor. Temos que criar visibilidade a essa proposta.

    Henrique Branco – Prof. e Blogueiro de Belém/PA

    • 24 de January de 2011

      Henrique,
      Quero que voce ajude-me a viabilizar esta proposta junto aos seus relacionamentos. Qaundo tiver uma oportunidade de um Seminário ou algo pareceido, peça para que eu vá apresentar, discutir e convencer aos presentes. Incentivado por voce vou procurar os políticos federais daqui para chegar ao Ministério do Turismo.
      Obrigado pelo comentário.
      Aimberê Freitas

  17. 29 de January de 2011

    Obrigado pela apreciação dos tweets em @carloseduardobm e diariodobancario.blogspot.com . Quanto a idéia lançada no texto: o turismo ecológico é um nincho a ser explorado e ainda não estruturado em sua plenitude.

Comments

Post a comment

You must be logged in to post a comment.