Depois de muita luta dos aposentados, o Congresso Nacional aprovou um mísero reajuste de 7,7% para os aposentados do INSS que ganham mais de 1 Salário Mínimo. O Governo havia proposto 6,14%, ou seja um diferença bem pequena em relação ao que foi aprovado. Mesmo assim, dizem os bem informados, que ouvindo os Ministros da área econômica, o Presidente vai vetar o aumento de 7,7% porque iria fazer um deficit na previdência de 18 bilhões de reais por ano.

Estudos econômicos comparativos mostram que se o Banco Central adotar uma postura de diminuição dos jurus basicos de apenas 1,7 pontos, esse diferencial economizado cobre os 18 bilhões do deficit. Ou seja, anula o deficit da previdencia alegado e dá aos aposentados esses tais 18 bilhões.

Mantendo os jurus atuais, (e se aumentar, é pior) esse dinheiro todo vai para os bancos especuladores e estes ficarão cada vez mais ricos.

PS.: A pergunta é: E a tão propalada distribuição da renda nacional? Há ou não há intenção de fazer uma redistribuição? Os aposentados que descontaram a vida toda uma contribuição para sua aposentadoria num certo padrão e veem a cada ano esse padrão cair? Como ficam?

  1. 25 de May de 2010
    Milton Nascimento

    Meu caro professor,Lula nunca pensou que de pedra poderia virar vidraça. Nos tempos idos, ele combatia o governo em prol do aposentados, hoje porem, a historia é outra. Mas o interessante da coisa é que quando se trata do aumento de salário da Câmara Federal, Presidência,Senado, etc., o reajuste é feito à noite, em sessão extraordinária, com direito a jeton, e rapidamente, sem contar com os generosos indices aplicados, acima da inflação, e sobretudo, com efeito retroativo.

Comments

Post a comment

You must be logged in to post a comment.