As autoridades brasileiras, que nao conhecem Roraima, proibiram a platacao de cana no Amazonia e como isso atingiram Roraima. Nosso estado estava se preparando para produzir etanol, acucar e derivados de cana. Agora tudo esta parado. Os experimentos de cana estao sendo progressivamente abondonados.

Roraima dispoe de 44.000 quilometros quadrados de campos gerais = lavrados. Esses nao sao florestas,sao campos que podem ser muito bem aproveitados para produzir sem desmatar.

De repente para nos nao e bom fazer parte da Amazonia, pois a ignorancia nacional sobre essa vasta regiao levam as autoridades nacionais a confundir tudo. Nao sabem elas, que sao varias Amazonias e nao uma unica.

Nossos representantes nacionais, sempre acoplados ao governo, nao protestam e se protestam sao timidos e, por consequencia, nada acontece para reverter a situacao. E, assim Roraima, permanece estatico, parado no tempo.

PS. Voce esta de acordo com esse marasmo? Com essas verdadeiras discriminacoes?           Por onde voce acha que deve mudar essa situacao? O que voce e capaz de fazer para mudar?

  1. 14 de June de 2010

    Não é somente o Brasil que não conhece Roraima. As pessoas que estão no poder não entendem as necessidades de desenvolvimento e não lutam sequer para nosso estado crescer.

    Talvez um esforço mínimo em trazer autoridades equivocadas sobre a “Amazônia” que passa por Roraima daria uma solução merecida ao nosso estado, o de ter o direito de produzir cana no lavrado.

  2. 14 de June de 2010
    Antonio Cabral

    E se fosse na área de floresta, qual problema? Pela legislação temos 20% que podem ser desmatados, ficando 80% como reserva legal. Tanto lavrado, como floresta tem biodiversidade.
    E o sul do Brasil, onde a reserva legal é o contrario da Amazônia, 80% pode ser desmatado (e já foi desmatado até mais) e preservar 20%. Nos paises da Europa, restaram algumas poucas reservas florestais, lá não existe nem reserva legal.
    Nós não temos industrias, só nos resta explorar os recursos naturais, madeira, minérios, agricultura e pecuária.
    Mas percebam, que os eco-chatos são sempre alguem que tá recebendo pra chorar ou algum funcionário público bem remunerado e mal informado, querendo aparecer.

Comments

Post a comment

You must be logged in to post a comment.