Toque em quem você pede um favor recomenda. Quer que alguém lhe faça um favor? Para aumentar suas chances, use a técnica do toque, recomenda o livro “Como Manipular Pessoas”, que cita pesquisas de psicologia social para mostrar que o contato físico é um dos grandes amolecedores do coração alheio.

Lançado originalmente na França, o livro descreve várias situações do cotidiano em que o comportamento pode ser manipulado: a “técnica da gafe”, a “técnica da rotulagem”, “a técnica do comprometimento”, “a técnica do medo e depois alívio”, “a técnica de preparação do terreno”, “a técnica do mas você tem liberdade de”, “a técnica do um pouco é melhor do que nada”, a “técnica do isso não é tudo” e outros chamarizes.

Os autores mostram como, a todo momento, sofremos influências, e que nosso ego não resiste a manobras. Às vezes, basta um aperto de mão, ouvir o próprio nome ou um cartãozinho para eliminar resistências e se obter o que deseja. A satisfação está em pequenos detalhes, que muitos espertalhões se aproveitam para tirar vantagem das pessoas.

Uma regra de ouro? Questione sempre por que você tomou uma decisão. Evite a impulsividade. Nunca repita algo só porque funcionou no passado. Saiba exatamente as bases do seu processo de tomada de decisões. Isso explica por que muitas pessoas odeiam ser tocadas por estranhos, como a rainha da Inglaterra. Se é para manipular nosso comportamento, é melhor manter a distância.

  1. 16 de January de 2011
    Alexandre Horta

    O tempo e a experiencia de vida nos possibilita observar essas manobras com muita clareza, principalmente quando da intenção de obter algum tipo de beneficio. O poder corrompe , seduz, e torna o ego uma gigante perigoso. Aqui em Roraima não precisamos sair de casa para identificar perfil como esse, basta ligar a televisão local e escutar alguns programas de rádio da capital, o que é motivo de chacota e lamentos, a não ser para quem deleita de suas benesses. Abraço Doutor!

  2. 16 de January de 2011
    Jailson Sá

    Já vi muitas vezes isso acontecer, empatia falsa é a que mais me irrita.

  3. 16 de January de 2011

    Ötimo comentário. Você acertou e disse muito bem. Todavia, sem ser pelo lado do puxa-saquismo abjeto, há um lado positivo, por exemplo no Marketing, na conquista amorosa, não é? São versões que podem ser positivas quando aplicadas de outra maneira ou quando queremos estimular um filho ou um amigo numa competição, por exemplo. Concorda?
    Obrigado
    Aimberê Freitas

  4. 16 de January de 2011
    Ken Rendón

    Muy cierto esto!. También hay que aprender a diferenciar los toques y las adulaciones, hay distintos tipos, saber diferenciarlos es aprender la manera de librarse de las manipulaciones, saber aprovechar las manipulaciones para usarlas a tu favor y contragolpear. Saludos. Mente abierta, sentidos claros!. Librepensamiento.

  5. 16 de January de 2011

    O ser humano ja nasce sendo manipulado, isso é fato principalmente em doutrinas religiosas.

  6. 16 de January de 2011
    Alexandre Horta

    Essa interação é muito boa para nos fazer pensar e aprender. Eu ainda não tinha parado para pensar nesse lado positivo, como forma de estimular e motivar, até já fiz isso de modo automático mas sem pensar no tipo de ação!

  7. 18 de January de 2011
    The Well

    Cara, tocou em mim sem convite leva logo uma mãozada no pé do ouvido, como se diz aki no NE. Mas seu texto tá muito bem escrito, leve, original e explicativo. Tá bem afinado c\ a psicologia social, embora isso não seja novidade alguma; os espertalhões que o digam!

    Abs!

Comments

Post a comment

You must be logged in to post a comment.