Jornal ressalta presença de turistas brasileiros na Flórida e a força da economia de um país que é o principal parceiro comercial da região

O Brasil está mesmo na moda. A manchete de capa do jornal Miami Herald destaca que tudo parece girar em torno do nosso país, desde os milhares de turistas que visitam a Flórida até a profusão de negócios que envolvem as duas partes. Afinal, os brasileiros são os principais parceiros comerciais da região, com movimento bilateral superior a 10 bilhões de dóalres ao ano. E não custa lembrar que o presidente Barack Obama está de viagem marcada a Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, para estreitar ainda mais os laços entre as duas nações.

Em Miami, por exemplo, a Prefeitura bem que poderia colocar o tapete vermelho a cada voo vindo do Brasil – e não são poucos. Em 2010 foram mais de 500 mil brasileiros vindos para cá e os cálculos dão conta que gastaram mais de um bilhão de dólares. “Eles compram de tudo, desde cremes da Victoria’s Secret até bolsas Prada”, atesta Claudia Menezes, da Pegasus Transportation, usada como fonte na matéria do Herald. O jornalista chegou a fazer uma comparação grosseira para descrever a quantidade de brasileiros nos shoppings do sul da Flórida: “Parece até um enxame de gafanhotos, buscando liquidações desde o Dadeland Mall até o Sawgrass Mills”.

Segundo Rolando Aedo, vice-presidente de marketing do Greater Miami Convention and Visitors Bureau, os brasileiros estão quebrando todos os recordes nas estatísticas envolvendo o turismo e, provavelmente, já são os estrangeiros que mais visitam a Flórida, deixando os canadenses para trás. Só a American Airlines possui 52 voos semanais entre Miami e cidades brasileiras, como São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Recife e Belo Horizonte. Para atender a este público, Aedo disse que a entidade tem publicado guias, mapas e outros materiais em português. No texto do Herald há também a menção a Pompano Beach, lembrando que muitos visitantes brasileiros têm como destino a cidade em Broward, onde vivem seus parentes.

A economia saudável, com taxas de desemprego em índices baixos, e o real valorizado são algumas das explicações citadas pelo jornal para o boom dos brasileiros em viagens internacionais para os EUA. Mas o jornalista lembrou também que os pacotes turísticos para a Flórida geralmente são mais baratos que uma viagem para o Nordeste do Brasil. “Além do mais, brasileiros adoram o clima quente e as praias da região”, confessou Claudia Bacelar, que é corretora imobiliária em Miami.

http://acheiusa.com/acheiusa/asp/noticias/noticia-local.asp?cd_n=6589

Comments

Post a comment

You must be logged in to post a comment.