Reino Unido retira sorvete de leite materno de loja

Autoridades retiraram o estoque de sorvete feito com leite materno de uma loja na capital britânica, Londres, em meio a preocupação de que a polêmica sobremesa não é segura.

Uma porta-voz do Conselho Municipal de Westminster disse que a medida atende a duas reclamações do público sobre a venda de um alimento feito com fluidos corporais de outras pessoas. Ela disse que o produto foi retirado e que as autoridades aguardam orientações da Agência de Padrões Alimentares do Reino Unido.

A preocupação é que vírus, incluindo hepatite, podem ser transmitidos por leite materno.

Ela disse que o sorvete, vendido como “Baby Gaga” e lançado na semana passada, está sendo testado com a total cooperação da fabricante, a sorveteria Icecreamists.

Antes de ser retirado, o sorvete fez sucesso. A sorveteria afirmou na sexta-feira passada (25) que o novo sabor esgotou no primeiro dia de vendas.

Para conseguir a matéria-prima, a loja colocou anúncios em um fórum de mães na internet, procurando mulheres dispostas a vender leite materno. No total, 15 responderam.

Para o preparo, o leite é pasteurizado e misturado com favas de baunilha e raspas de limão. O doce vem numa taça de martíni e custa 14 libras (R$ 30).

Matt O’Connor, dono da Icecreamists, caracteriza o sorvete como “orgânico e totalmente natural”, mas reconhece que algumas pessoas podem sentir nojo.

DA ASSOCIATED PRESS, EM LONDRES

Comments

Post a comment

You must be logged in to post a comment.