A epidemia de dengue no Amazonas em 2011 já é a segunda maior da história do Estado. Segundo dados da Secretaria da Saúde, foram notificados até terça-feira (1º) 15.548 casos de dengue, dos quais 10.798 em Manaus.

Nove mortes foram confirmadas pela doença –outras quatro estão sob investigação. Duas eram crianças e sete, jovens e adultos, segundo a secretaria.

A primeira epidemia de dengue no Amazonas ocorreu em 1998, quando 13 mil casos foram confirmados. Na ocasião, apenas o subtipo 1 circulava.

Em 2001, na segunda epidemia, 19 mil casos foram confirmados, com circulação dos subtipos 1 e 2 do vírus.

A atual epidemia é agravada pela circulação das quatro variações da doença, mas as mortes, segundo a secretaria, foram causadas pelos subtipos 1 e 2.

Hoje, a Susam (Secretaria da Saúde do Estado) começou a distribuir uma nota técnica a todas as unidades de saúde da capital e do interior. No documento, recomenda atenção ao paciente desde a recepção até a alta, além de priorizar o atendimento aos que apresentem sinais de gravidade de doença.

Os sintomas são dor abdominal, vômito, sangramentos, desmaios, agitação, muito cansaço, falta de ar, diminuição da quantidade de urina e queda de pressão.

Segundo a Susam, a epidemia acontece em Manaus e em Tefé. Outros sete municípios do Amazonas estão em situação de emergência.

KÁTIA BRASIL de Manaus para Folha de São Paulo.

Comments

Post a comment

You must be logged in to post a comment.