Em 2009, ano da maior cheia, a principal influência do rio Negro, na região de Manaus, veio do alto rio Solimões. Como este ano o Solimões está com regime dentro da normalidade, seu peso, até o momento, ainda não teve influência significativa no regime do rio Negro, na capital.

A cheia do rio Negro este ano, em Manaus, deverá estar dentro da média histórica, mas poderá sofrer influência da calha do Alto Rio Negro, no Norte do Amazonas.

As informações foram dadas nesta quarta-feira (30) pelo superintendete do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Marco Antônio Oliveira.

Em 2009, ano da maior cheia, a principal influência do rio Negro, na região de Manaus, veio do alto rio Solimões. Como este ano o Solimões está com regime dentro da normalidade, seu peso, até o momento, ainda não teve influência significativa no regime do rio Negro, na capital.

No entanto, o Alto Rio Negro, no Norte do Amazonas, e o Rio Branco, em Roroima, estão com os níveis acima da normalidade para o período. Nos últimos meses, aquela região sofreu com um grande volume de chuvas.

Elaíze Farias para A CRÍTICA de Manaus

Comments

Post a comment

You must be logged in to post a comment.