Cronologia de Diplomas, Certificados, Títulos e Condecorações de Aimberê Freitas

by

Conheça um pouco mais da minha história, da minha trajetória, da minha vida, por meio de meus diplomas, certificados, títulos, honrarias e condecorações. Seguem lista abaixo em sequencia cronológica.

1958– Diploma do Curso Primário outorgado pela Divisão de Educação do Território Federal do Rio Branco. Boa Vista – Brasil.

1963– Diploma do Curso Ginasial outorgado pelo Ginásio “ Euclides da Cunha” de Boa Vista. Boa Vista – Brasil.

1967– Certificado de conclusão do Curso Científico outorgado pela Associação Cristã de Moços – ACM do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro – Brasil.

1969– Diploma de Presidente do Diretório Acadêmico “ Vital Brazil Filho” na gestão 29/8/68 a 18/9/69. Niterói – Brasil.

1970– Diploma de Vice – Presidente do Diretório Acadêmico “ Vital Brazil Filho” na gestão Setembro de 1969 a Setembro de 1970. Niterói – Brasil.

1971– Diploma de Médico Veterinário outorgado pela Universidade Federal Fluminense – UFF. Niterói – Brasil.

1973– Diploma de Membro Titular do 7o. Congresso Pan- Americano de Veterinária e Zootecnia. Bogotá – Colômbia.

1977– Certificado de participação no I Encontro de Empresários de Roraima promovido pela Secretaria  de Governo do Território Federal de Roraima. Boa Vista – Brasil.

1977– Voto de Parabenizações da Câmara Municipal de Manaus pelo magnífico trabalho de sua autoria, sob o título “ Uma Estratégia para o Desenvolvimento da Pesca na Amazônia Ocidental”. Manaus- Brasil.

1978– Medalha “ Euclides da Cunha” do Clube dos Estados em consideração aos seus méritos pessoais e dedicado culto ao Brasil. São Paulo – Brasil.

1978 – Certificado de participação no IV Torneio de Integração de Futebol da Amazônia, outorgado pela Federação Roraimense de Desportos. Boa Vista – Brasil.

1979– Diploma de Sócio da Liga de Amadores Brasileiros de Rádio Emissão   ( LABRE ) . Brasília – Brasil.

1979 – Medalha do Mérito, primeira classe,, outorgada pela Ordem do Campeador de São Paulo. São Paulo – Brasil.

1979– Placa de Bronze dos servidores da Prefeitura de Boa Vista, por ocasião da passagem como Prefeito de Boa Vista, pelo exemplo de trabalho e dedicação à causa pública. Boa Vista – Brasil.

1980– Diploma de Honra ao Mérito com o Título de Benfeitor, em razão do reconhecimento pelos serviços relevantes prestados às Centrais Elétricas de Roraima – CER . Boa Vista – Brasil.

1980– Medalha João Ramalho pelos relevantes serviços prestados à nação e ao municipalismo, outorgada pela Sociedade Brasileira de Estudos Municipalistas. São Paulo – Brasil.

1981– Placa de Bronze de homenagem de todos os seus companheiros de trabalho na Secretaria de Agricultura. Boa Vista – Brasil.

1982– Diploma de Perfeito e Sublime Maçom – Grau 14 outorgado pelo Supremo Conselho da Maçonaria para a República Federativa do Brasil. Rio de Janeiro – Brasil.

1985– Placa de Bronze oferecida pelo servidores da Secretaria de Promoção Social – SEPROS agradecendo pela presença em sua vidas por ocasião da passagem como Secretário de Promoção Social,. Boa Vista – Brasil.

1986– Portaria da Coordenação Regional da Superintendência do Desenvolvimento da Pesca – SUDEPE  agradecendo publicamente a destacada participação como Consultor Técnico na elaboração do Projeto do Centro de Desenvolvimento de Aqüicultura Tropical no Amazonas, considerando sua ação como Serviço Relevante prestado ao Setor Pesqueiro Amazonense. Manaus – Amazonas.

1989– Certificado de Relevante Serviço Prestado à Medicina Veterinária Brasileira e ao País por ter exercido o mandato de membro do Conselho Regional de Medicina Veterinária da 23a. Região no período de 1986/1989. Brasília – Brasil.

1989– Certificado de Especialização em Saúde Pública expedido pela Universidade de Ribeirão Preto – São Paulo. Ribeirão Preto – Brasil.

1990– Título de Mestre em Administração Pública conferido pela escola de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo- EAESP- São Paulo – Brasil.

1990– Medalha de Honra ao Mérito Rio Branco da Câmara Municipal de Boa Vista pelos relevantes serviços prestados ao Município de Boa Vista. Boa Vista- Brasil.

1992– Certificado de Agradecimento pelos trabalhos desenvolvidos em Comunidades Carentes com carinho, amor e seriedade, outorgado pela Federação Roraimense de Jovens Comunitários. Boa Vista – Brasil.

1993– Diploma de Relevantes Serviços Prestados à Medicina Veterinária do Amazonas e do Brasil, outorgado pela Sociedade de Medicina Veterinária do Amazonas. Manaus – Brasil.

1995– Certificado de participação, como palestrante, no III Encontro Regional do Livro Didático para a Amazônia. Macapá – Brasil.

1995– Certificado conferido pela UNIVERSIDAD CATOLICA ANDRES BELLO de Caracas – Venezuela pro presidir Banca de Examinadores da Dissertação de Mestrado da Licenciada Maria das Graças Santos Dias no Instituto de Investigação Histórica de Pos- Graduação daquela Universidade.

1998– Certificado de Serviço Relevante Prestado à Medicina Veterinária Brasileira e ao País por ter exercido o mandato de membro do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de Roraima no período de 25/11/1995 a 24/11/1998. Brasília – Brasil.

1998– Certificado de participação, como painelista, do “ Simpósio Internacional: Costumes e Tradições da Amazônia: Aspectos Penais e Direitos Humanos, outorgado elo Tribunal de Justiça de Roraima. Boa Vista –Brasil.

1999– Certificado de Honra ao Mérito pelo brilhante desempenho na área cultural do Estado de Roraima. Boa Vista –  Brasil.

1999– Certificate of Attendance a pris part aux conferences du Congrés Mondial des Veterinaires. Lion – France.

2000– Prêmio Notoriedade Cultural 2000 do Departamento de Cultura do Estado de Roraima reconhecendo a sua contribuição à cultura de Roraima. Boa Vista – Brasil.

2000– Diploma de Acadêmico Vitalício da Academia Roraimense de Letras. Boa Vista – Brasil.

2002– Diploma de Destaque da Cultura 2002 outorgado pelo Departamento de Cultura do Estado de Roraima reconhecendo sua contribuição à cultura de Roraima. Boa Vista – Brasil.

2002– Certificado por sua participação, como palestrante, no II Ciclo de Estudos Contábeis, outorgado pela UNICEN – Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais de Boa Vista. Boa Vista – Brasil.

2002– Diploma de Colaborador Emérito do Exército em reconhecimento aos serviços prestados ao Exército Brasileiro outorgado pelo Comando Militar da Amazônia. Manaus – Brasil.

2002– Diploma de Amigo da 1a. Brigada de Infantaria de Selva pelos relevantes serviços prestados ao Comando da Brigada. Boa Vista – Brasil.

2002– Certificado de Coordenador da 1a. Feira Internacional da Amazônia da Sessão de Turismo em Regiões Indígenas, outorgado pela Fundação Djalma Batista. Manaus – Brasil.

2002– Voto de Louvor outorgado pelo Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia – CONFEA pela palestra proferida durante a 3a. Reunião da Coordenadoria de Câmaras Especializadas em Engenharia Civil, sobre a Construção da Cidade de Boa Vista. Boa Vista – Brasil.

2003– Prêmio Notoriedade Cultural 2003, outorgado pelo Conselho de Cultura de Roraima. Boa Vista – Brasil.

2003– Diploma de Amigo da Base Aérea de Boa Vista em reconhecimento aos relevantes serviços prestados àquela Organização Militar. Boa Vista – Brasil.   

2004– Diploma conferido pelo 10o. Grupo de Artilharia de Campanha de Selva em agradecimento à palestra proferida no quartel do 10o. GAC SL sobre a História Militar de Roraima. Boa Vista – Brasil.

2004– Diploma de Amigo do 10o. GAC SL como forma de reconhecimento pelos relevantes serviços prestados e ações realizadas em prol daquela Organização Militar. Boa Vista – Brasil.

2008 – Certificado de Participação conferido pela UNIVERSID DEL NORTE de Cartagena de índias – Colômbia como apresentador de trabalho científico no XV Congreso Panamericano de Ingenieria de Transito y Transporte, denominado Transporte na Amazônia: uma tentativa de comparação de uso de modais.

2008 – Certificado de agradecimento da UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA por palestra proferida sobre “Logística na Amazônia” no Ciclo de Palestras do Curso de Mestrado em Economia.

2008 – Certificado de participação conferido pela ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE INFRA-ESTRUTURA DE TRANSPORTES, através do CONINFRA por trabalho científico apresentado: AMAZÔNIA BRASILEIRA – UMA SAÍDA PARA O ATLÂNTICO NORTE.

2008– Certificado de participação no I Congresso de Navegação e Logística na Amazônia Legal, promovido pelo Instituto de Estudos Marítimos em Manaus – Amazonas.

2008–  Certificado de participação  por ocasião da IV Feira Internacional da Amazônia em Manaus em Seminário: Logística na Amazônia: Projetos e Perspectivas promissoras. Como palestrante.

2008– Certificado de participação no Seminário sobre Reforma Tributária promovido pela Presidência da República em Brasília.

2009 – Diploma de Doutor em Engenharia de Transportes pela COPPE da UFRJ Rio de Janeiro.

2009 – Prêmio TOP CULTURAL DE INCENTIVO À QUALIDADE outorgado pelo Instituto Cultural da Fraternidade Universal de São Paulo.

2009 – Prêmio MACUXI DE OURO DE RORAIMA e Personalidade do Ano outorgado pela Sociedade de Roraima através da PROSOP Produções e Eventos.

2010 – Prêmio Medalha do Mérito Comercial de Roraima. Sistema Fecomércio/RR.

Por Amor a Roraima – Vote Aimberê 433

Aimberê 433 – Pesquisador e Escritor

by

Conheça mais um pouco de mim. Veja na sequencia abaixo todos os livros que escrevi até hoje. Sempre gostei de pesquisar e logo depois expor essas minhas pesquisas para o grande público por meio de artigos e livros, afinal o conhecimento é para ser difundido. Cada um desses livros exigiu um árduo trabalho de pesquisa e dedicação. Do conhecimento e da experiência que tenho hoje, boa parte adveio das pesquisas que realizei. Tenho muito orgulho de cada um dos livros que escrevi e convido todos a lê-los.

1977 – Uma Estratégia para o Desenvolvimento da Pesca na Amazônia. 1ª. Edição 1977. (Manaus). 2ª. Edição 1999. (Belém).

 

 

 

 

1978 – A Realidade de Roraima e os Projetos em Andamento. Única Edição 1978 (Boa Vista).

 

 

 

 

1991 – Políticas Públicas e Administrativas para os Territórios Federais. 1ª. Edição 1991. (Boa Vista). 2ª. Edição 1998 (São Paulo). É utilizado, como fonte de consulta, nas Universidades de Roraima e Amapá.

 

 

 

1993 – A História Política e Administrativa de Roraima 1943/1985. 1a. Edição 1993. (Manaus).

 

 

 

 

1996 – Geografia e História de Roraima- vendidos 20.000 exemplares. 1ª. , 2ª., 3ª., 4ª. Edições 1996 (Manaus), 5ª. Edição 1998 (Manaus). 6ª. Edição (2002) São Paulo, 7ª. Edição (Boa Vista). É livro texto para estudantes de ensino médio em Roraima.

 

 

 

1998 – Estudos Sociais de Roraima. 1ª. Edição 1998 (São Paulo). É livro didático texto para estudantes do ensino fundamental.

 

 

 

 

1998 – Fronteira Brasil/Venezuela – Encontros e Desencontros. 1ª. Edição 1998 (São Paulo). Com prefácio do Ex- Presidente José Sarney.

 

 

 

 

1998 a 2009 – Figuras da Nossa História. Coleção que está no 9o. Volume. A partir de 1998. 1a. Edição. (São Paulo).

 

 

 

 

2004 – Capítulo denominado Os Territórios Federais e o Banco da Amazônia, do Livro Amazônia, Terra & Civilização: uma trajetória de 60 anos. 2004. Belém do Pará. Produzido pelo Banco da Amazônia em homenagem aos 60 anos do banco.

 

 

 

2006 – Estudos de Transporte e Logística na Amazônia (Organizador) (2006). Manaus – Amazonas. Além de organizador, tem um capítulo Denominado: Caracterização da Demanda Atual, Cenários Futuros e Acessibilidade da Região Centro Norte de Roraima nas Áreas de Influência das BRs 174 e 401.

 

 

 

2007 – A Administração da Justiça em Roraima. 1ª. Edição 2007 (Manaus). Apoiado pela Lei de Incentivo à Cultura de Roraima.

 

 

 

 

2007- Roraima – Mosaico de Sonhos. 1ª. Edição 2007. Manaus. Apoiado pela Lei de Incentivo à Cultura de Roraima.

 

 

 

 

2008 – BOA VISTA boa de viver. 1ª Edição 2008. São Paulo. Editora CORTEZ.

 

 

 

 

2009 – FERROVIA – Manaus Boa Vista Georgetown – Uma alternativa de Transporte para a Amazônia Ocidental. 2009.

2009 – Reflexões sobre Desenvolvimento, Transporte e Logística na Amazônia Brasileira. Lançado em Manaus durante a V Feira da Amazônia. 2009.

 

20xx – Anotações de Viagens Internacionais. Não publicado.

 

 

 

 

20xx – My Secret Garden. Não Publicado.

 

 

 

 

Por Amor a Roraima – Vote Aimberê 433

Expansão do Pólo Industrial de Manaus para Roraima

by

O Pólo Industrial de Manaus – PIM, antiga Zona Franca de Manaus, é certamente um modelo de desenvolvimento bem sucedido. Precisamos expandi-lo para Roraima.

Criado em 1967, o PIM trouxe um pouco mais de dignidade para o esquecido norte do país, além de proteção para nossas fronteiras. Mas vejam que a cidade escolhida, Manaus, já está num estágio de evolução bastante avançado. Só o PIM gera 100 mil empregos diretos e outros 400 mil indiretos. E o faturamento em 2009 foi de aproximadamente 30 bilhões de dólares. Ou seja, no Amazonas, em Manaus, a dependência do governo (economia do contracheque) é bastante reduzida. Manaus é hoje o centro econômico do norte do país.

Em contrapartida, na periferia do norte, mais especificamente no extremo norte do Brasil, estamos nós aqui em Roraima afundados na “economia do contracheque”, na total dependência dos governantes que elegemos. Isso faz mal para Roraima. Os representantes do povo e do Estado de Roraima, respectivamente deputados federais e senadores, têm o dever de lutar por uma mudança dessa realidade. Reflitam comigo: Por que até hoje Roraima continua na mesma?

Sempre que grandes projetos tentaram chegar a Roraima, forças ocultas os impediram. A iniciativa privada já fez várias tentativas, que acabaram frustradas. É uma pena, pois hoje poderíamos estar num estágio bem mais avançado de desenvolvimento.

Defendo a expansão do Pólo Industrial de Manaus para Roraima. Pacote completo com todos os incentivos. A ideia é que seja nos mesmos moldes do PIM. Garanto que várias grandes empresas vão querer vir para Roraima. Mais empregos serão gerados, Roraima vai surgir para o Brasil, nosso povo terá mais dignidade.

Aliado a essa grande proposta do Pólo Industrial de Roraima, nos moldes do Pólo Industrial de Manaus, defendo também a construção de uma estrada de ferro Manaus – Boa Vista – Georgetown para escoamento da produção dos dois pólos. Vejam que projetos para Roraima crescer e se desenvolver existem. Só falta um pouco de vontade para fazer as coisas acontecerem. E essa vontade só existe em quem quer o melhor para Roraima. Sabemos que todas essas realizações seriam uma proeza para Roraima, pois teríamos que “mover montanhas” para realizar tudo isso. De toda forma, se não tivermos pessoas (senadores e deputados) atuando lá em Brasília, no Congresso Nacional, articulando para que esses projetos aconteçam em Roraima, de fato nada vai acontecer. Reflitam: Tais projetos não poderiam estar no PAC – Programa de Aceleração do Crescimento, por exemplo? Por que não estão? Tem algum outro grande programa de desenvolvimento nacional no qual Roraima esteja inserido?

É preciso que senadores roraimenses defendam/pensem Roraima no Congresso Nacional (parece redundante, mas não é). Não queremos representantes de Roraima no Congresso Nacional que fiquem calados, que não tenham idéias, projetos, vontade e força para defender nosso Estado.

Por Amor a Roraima – Vote Aimberê 433

Voto Consciente, Voto Aimberê 433

by

Votar representa o ato mais importante dos cidadãos num Estado Democrático de Direito. É o início de tudo. É a partir do voto que elegemos nossos REPRESENTANTES na gestão da res pública, ou seja, da coisa pública.

 Nossa Constituição Federal de 1988, que é a Lei Suprema e Fundamental do nosso Estado, foi formatada e escrita por pessoas, digo representantes, que elegemos para tal feitura. Agora que temos as diretrizes definidas na Constituição que nós escrevemos, mesmo que de forma indireta com nossos representantes, temos que segui-la. No artigo 14 da Carta Maior está escrito que a soberania popular será exercida pelo sufrágio universal e pelo voto direto e secreto, com igual valor para todos e, nos termos da lei, mediante plebiscito, referendo e iniciativa popular.

 Nossos representantes (imaginem, para facilitar, que passamos uma procuração para eles) têm o poder/dever de agir, de dar ideias, de nos substituir na administração do nosso Estado… Imaginem que liberamos até nosso “cartão de crédito” para gastarem em nosso benefício, comprando bens e serviços para melhorar nossas vidas (é óbvio que exigimos prestação de contas). O fato de passarmos para poucos representantes tamanha responsabilidade faz-se necessário para que haja um mínimo de organização de nossa sociedade. Imaginem se não existisse essa figura dos representantes do povo (senadores, deputados, governadores, vereadores, presidente). Certamente seria uma bagunça, seria ineficaz, ineficiente e, pior ainda, sem efetividade. No nosso Estado de Roraima é a mesma coisa. Temos diversas pessoas (candidatos) que pleiteiam representar cada um de nós na administração do nosso Estado, das nossas cidades, das nossas ruas, do nosso “cartão de crédito”, etc. Eles querem atuar em nosso nome, “fazer as coisas por nós”.

 Devemos eleger pessoas sérias, comprometidas, que tenham coragem de fazer acontecer. Que façam nosso Estado de Roraima existir para o Brasil, pois também queremos participar da vida ativa do nosso país. Queremos pessoas que tragam projetos de desenvolvimento para o nosso Estado. Vejam, se formos ver o que temos atualmente de projetos para o desenvolvimento do Brasil, percebam que estamos fora de todos eles. Não há projetos para Roraima. Ou seja, é o mesmo que se não existíssemos. Precisamos de representantes mais fortes, que tenham garra, que tenham amor a Roraima, que queiram fazer Roraima surgir no mapa, que falem a favor de Roraima, mas que falem firme, forte, com a voz grossa a fim de que todos nos ouçam…se for necessário “que puxem a peixeira” em pleno discurso numa sessão lotada do Congresso Nacional. Mas para isso é preciso ter coragem, conhecimento, experiência, ser roraimense de coração. Precisamos de representantes que chamem a atenção para Roraima de forma positiva, que tragam benefícios para Roraima.

 Portanto, VOTAR CONSCIENTE é o primeiro passo para mudarmos Roraima.

 Peço a todos que queiram ver Roraima mudar, que votem CONSCIENTE, que votem AIMBERÊ para o senado, que votem 433.

 Por amor a Roraima – Vote Aimberê 433