Brasileiros guardam em bancos suíços mais dinheiro do que os chineses

by

O Brasil tem nos cofres dos bancos suíços mais dinheiro  que China, Índia e Arábia Saudita. Isso, apesar de uma grande operação da Polícia Federal para impedir a fuga de capitais para paraísos fiscais. O total pode subir para 60 mil milhões de dólares.

Segundo o banco central suíço publicado ontem pelo jornal O Estado de S. Paulo, os brasileiros estão distribuídos pelo menos 6.000 milhões de dólares a partir de Genebra, Zurique e outros paraísos financeiros no país. Esse é o valor declarado, de acordo com funcionários do banco central  suíço e as agências que operam a abertura de contas, o real poderia ser dez vezes maior uma vez que  parte dos fundos teria ido através de paraísos fiscais Caribe e, portanto, não poderiam ser classificados como de banco brasileiro.

Os dados oficiais mostram que nenhum outro país emergente tem como grande aumento de fundos nas instituições do país europeu. A sorte dos brasileiros é maior do que na China, Índia e Arábia Saudita.

Grande parte do dinheiro que veio do Brasil para os bancos suíços é classificada como “Operações de confiança”, uma categorização que implica que o banco não é obrigado a apresentar seus balanços. Todo o risco das operações que envolvem tais valores cobrados para o banco privado e não é garantida pelo Banco Central.

O rótulo é usado para esconder muitas fortunas dos políticos e dos brasileiros de destaque. Só precisa provar que o dinheiro não vem de atividades políticas.

O governo brasileiro permite que seus cidadãos tenham dinheiro no exterior, desde que declarar e pague  impostos para o Tesouro. No entanto, dada a evidência de que bilhões de reais estão escondidos ilegalmente na Suíça, as autoridades estão considerando permitir que o dinheiro possa  legalmente regressar ao país depois de pagar uma certa quantia de impostos.

El País

http://www.elpais.com/articulo/espana/brasilenos/guardan/bancos/suizos/dinero/chinos/elpepuintlat/20110220elpepunac_1/Tes