CEARÁ: Vacina contra dengue produzida com feijão

by

A Uece (Universidade Estadual do Ceará) está desenvolvendo o que pode vir a ser a primeira vacina de origem vegetal contra a dengue.

O imunizador, que deverá ser testado em humanos nos próximos meses, já se mostrou eficaz em camundongos, que conseguiram produzir anticorpos contra a doença.

O feijão-de-corda ou feijão-fradinho –utilizado no preparo do acarajé baiano– serviu de base para a produção da vacina.

Feijão-fradinho serviu de base para a produção da vacina brasileira; na foto, mosquito Aedes aegypti, que transmite a dengue

Os cientistas conseguiram o feito com a inserção de genes do vírus na planta.

Mesmo antes dos testes em humanos, o Núcleo de Inovação Tecnológica da universidade cearense já trabalha na transferência da tecnologia da vacina para o mercado.

A dengue matou 1.167 pessoas em 2010 na América Latina, onde foram registrados 1,8 milhão de casos, segundo dados da Opas (Organização Pan-Americana da Saúde).

folha.uol.com.br/ciencia

Armadilha Ecológica para mosquitos serve para combater a DENGUE

by

Recebi, com muito gosto da minha amiga e ex-aluna Maria Cecília, essa Armaldilha Ecológia para capturar e matar mosquito sem veneno. Reproduzo aqui e peço que divulguem. Serve para qualquer tipo de mosquito. Obrigado Cecília.

SERVE PARA QUALQUER MOSQUITO, ATÉ O COMUM “PERNILONGO”.

Como matar mosquitos ecologicamente

Para ajudar com a luta contínua contra os mosquitos da dengue e a  dengue hemorrágica, uma idéia é trazê-los para uma armadilha que pode matar muitos deles.

O que nós precisamos é, basicamente:

200 ml de água,

50 gramas de açúcar mascavo,

1 grama de levedura (fermento biológico de pão, encontra em qualquer supermercado )

e uma garrafa plástica de 2 litros

A seguir estão os passos a desenvolver:

1. Corte uma garrafa de plástico no meio. Guardar  a parte do gargalo:

2. Misture o açúcar mascavo com água quente. Deixar esfriar. Depois de frio despejar na metade de baixo da garrafa.

3. Acrescentar a Levedura . Não há necessidade de misturar. Ela criará dióxido de carbono.

4. Colocar a parte do funil, virada para baixo, dentro da outra metade da garrafa.

5. Enrolar a garrafa com algo preto, menos a parte de cima, e colocar em algum canto de sua casa.

Em duas semanas você vai ver a quantidade  de mosquitos que morreu lá dentro da garrafa.

[]

Além da limpeza de suas casas, locais de reprodução do mosquito, podemos utilizar  esse método muito útil em  escolas, creches, hospitais e residências.

Não se esqueça da dengue.

Deivinson Marques

Líder do Processo de Meio Ambiente

Diretoria de Planejamento e Expansão-DP

(2121-1198/2121-1166

*dmsilva@boavistaenergia.gov.br