Dilma e Serra, os feios

by

Se Dilma e Serra forem disputar um concurso de feiura terminarão empatados. Ô gente feia! Ela do PT,  ele do PSDB. Esses partidos são primos entre si. Nasceram da mesma família. Lula cresceu fazendo campanha para FHC. FHC foi Presidente, Lula também. Agora os dois apresentam Dilma e Serra, ela de Minas, ele de São Paulo. O Serra lançou ontem sua campanha com o slogan: “O Brasil pode mais”. Se pode mais, está de acordo com seu primo Lula. Pode mais o quê. Isso precisamos descobrir. E veja só diz um ditado popular que quem pode mais, pode menos.

A Dilma é a sombra do Lula, mas o Lula não é candidato.  A candidata é ela. E ela não tem um discurso forte. Nem o Serra. Esse negócio de dizer que carrega caixa de livros é tolice. Ele foi um bom líder estudantil na minha época do Rio de Janeiro (1967 e 1968). A Dilma foi mais radical. Mas os dois vieram da luta contra os militares. Se um deles ganhar a Presidência tudo indica que não haverá mudança de percurso na política nacional. A única mudaná é a saída do “sapo barbudo” para a entrada de um mais feio.