Brasileiros são geneticamente até 80% mais europeu do que africano ou indígena

by

Um estudo científico coordenado por Sérgio Danilo Pena, professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), foi pego de surpresa para os brasileiros. Ao contrário do que se pensava anteriormente, os negros e mestiços, cujos percentuais entre os 190 milhões de cidadãos já ultrapassou 52% da população, têm um ADN muito mais europeu do que Africano ou indígena.
O estudo, que analisou geneticamente mais de mil pessoas  de Belém a Porto Alegre, mostra que a ascendência europeia é nunca menos que 60% e muitas vezes chega a 80%.

A contribuição Africana, no entanto é maior que o indígena mas não excede 10%.
Segundo Pena, o estudo revela que, apesar das enormes diferenças regionais no Brasil, quase um continente “, a ancestralidade de brasileiros está mesmo entre os brancos, negros e mestiços”. Segundo o professor, “a surpresa é a mensagem do estudo é que o Brasil é muito mais geneticamente homogênea do que o esperado.”

El País

Notícia completa: http://www.elpais.com/articulo/sociedad/Sorpresa/Brasil/negros/mulatos/geneticamente/europeos/africanos/indios/elpepuintlat/20110218elpepusoc_16/Tes