CEARÁ: Vacina contra dengue produzida com feijão

by

A Uece (Universidade Estadual do Ceará) está desenvolvendo o que pode vir a ser a primeira vacina de origem vegetal contra a dengue.

O imunizador, que deverá ser testado em humanos nos próximos meses, já se mostrou eficaz em camundongos, que conseguiram produzir anticorpos contra a doença.

O feijão-de-corda ou feijão-fradinho –utilizado no preparo do acarajé baiano– serviu de base para a produção da vacina.

Feijão-fradinho serviu de base para a produção da vacina brasileira; na foto, mosquito Aedes aegypti, que transmite a dengue

Os cientistas conseguiram o feito com a inserção de genes do vírus na planta.

Mesmo antes dos testes em humanos, o Núcleo de Inovação Tecnológica da universidade cearense já trabalha na transferência da tecnologia da vacina para o mercado.

A dengue matou 1.167 pessoas em 2010 na América Latina, onde foram registrados 1,8 milhão de casos, segundo dados da Opas (Organização Pan-Americana da Saúde).

folha.uol.com.br/ciencia

Hipertensão e o poder da Melancia

by

Melancia pode ajudar no controle da hipertensão?

Informações do American Journal of Hypertension

Um estudo piloto mostrou que o consumo do extrato de melancia durante seis semanas consecutivas pode ajudar a controlar a pressão sanguínea em indivíduos adultos.

O teste foi feito por pesquisadores da Universidade Estadual da Flórida, nos EUA, com um grupo reduzidíssimo de pessoas com sintomas de pré-hipertensão (pressão sanguínea elevada, mas não o suficiente para serem diagnosticadas como hipertensivas) e publicado no periódico American Journal of Hypertension.

De acordo com Arturo Figueroa, principal autor do estudo, o teste foi feito partindo do princípio de que a melancia é uma fonte natural de L-citrulina, uma enzima muito similar à L-arginina, um aminoácido essencial para a regulação da pressão sanguínea, mas que não é possível ser consumida diretamente, pois causa enjoos, desconfortos gastrointestinais e diarreia.

Dentro do organismo a L-citrulina – consumida através da melancia – é convertida em L-arginina, de acordo com os pesquisadores, e poderia ser uma opção para adultos que tenham que lidar com o problema da hipertensão, pois não mostrou efeitos adversos.

Além dos benefícios para a saúde vascular, a melancia também é rica em vitaminas como a A, B6 e C, além de ser rica em fibras, potássio e licopeno (um antioxidante natural).

De acordo com Yvonne Bishop-Weston, outra pesquisadora envolvida no estudo, a pesquisa vai na mesma direção de outros estudos similares que propõem que o consumo regular de frutas, verduras e vegetais é a melhor opção para a manutenção da saúde em longo prazo, sendo que o custo de hábitos saudáveis como esse é baixo e traz grandes benefícios.